"O verdadeiro analfabeto é aquele que sabe ler, mas não lê." Mario Quintana

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Resenha: O confronto

E ai galerinha, tudo tranquilo???
Como foram de Natal??? Eu to comendo salgadinho e rabanada até agora rsrs *-*

Mas vamos falar de livros rs
A resenha de hoje é do segundo livro da saga "Diários do vampiro". Então se você ainda não leu o primeiro livro, por favor, não leia essa resenha. ELA PODE E VAI CONTER SPOILER DO PRIMEIRO LIVRO.
E se você já leu o primeiro livro, mas não viu a resenha, confere no link... O despertar.




Título: O confronto
Ano: 2009

Título original: The struggle
Ano: 1991

Saga: Diários do vampiro
Livro 2

Autora: L. J. Smith
Editora: Galera record
Tradução: Ryta Vinagre
Gênero: Fantasia / Romance


Elena conseguiu o que queria, Stefan é seu. Por outro lado, sua semelhança com Katherine faz com que ela seja irresistível também a Damon. E ser amada por dois vampiros pode ser fatal.

Depois de ceder a Elena, Stefan acredita que o amor pode redimi-lo. Só que Damon o faz temer pela vida de sua amada, e ele a cerca de cuidados. Mas, conseguirá Stefan protegê-la de si mesmo?

Damon escolheu Elena para ser sua companheira nas sombras, e a atração entre os dois é inegável. Belo e charmoso, ele se aproveitará de tudo e de todos para conquistá-la. E não irá se arrepender depois.

Após os acontecimentos do livro anterior, Stefan está sendo acusado de assassinato, e ele desaparece, aumentando ainda mais as suspeitas. Todos no colégio já acreditam que ele é o culpado, e olham para Elena com desprezo.

Elena está desesperada com o desaparecimento de Stefan, e Damon aproveita disso para tentar se aproximar dela. Usando de truques e chantagens, Damon tenta persuadi-la para que ela seja sua. Mas o amor de Elena por Stefan a impede de se aquietar, e a busca por ele aumenta a cada minuto.

Bonnie, Meredith e Matt ajudam Elena nessa busca, mesmo não acreditando na inocência dele. E enquando eles procuram e acham Stefan, eles descobrem que esse é apenas o início de muito que está por vir. Quando Stefan retorna, toda a escola o rejeita, ele responde pelo assassinato do professor, mas não há provas de que ele é o assassino. Enquanto isso, Caroline e Tyler elaboram um plano para atacar Elena e Stefan e incrimina-lo. Enquanto que Tyler só quer se vingar e acabar com o Stefan, Caroline quer destruir a pouca popularidade que resta a Elena.

Esse livro é bem mais interessante, tem muito mais acontecimentos, e a autora não deixa a qualidade cair. Pelo contrário, esse livro consegue te prender ainda mais do que o primeiro. A trama se desenrola numa cadeia de acontecimentos, onde uma escolha ou atitude interfere imediatamente no que está para acontecer.

Mas algumas coisas não mudam, exemplo disso é a Elena que continua me irritando profundamente. O livro inicia com uma Elena mimada, egocêntrica e infantil. Os amigos estão ajudando-a a procurar o Stefan, mesmo não acreditando que ele seja inocente, e mesmo assim ela fica cobrando e achando que eles têm que fazer o que ela quer e quando quer ser questionar nada.

Aqui o triangulo amoroso fica mais evidente, Damon é charmoso, educado, irônico, debochado, até quando está sendo mal, ele consegue manter a pose. Nem preciso comentar que eu prefiro mil vezes o Damon do que o Stefan, neh?! rsrs
Elena começa a sentir-se mais atraída por Damon, e rola toda uma conexão. Mas ainda fica bem evidente quem é a escolha principal dela.

E quando ao lado malvado do Damon, ele não é tão mal quanto parece. Em algumas passagens, mais até do que eu esperava, ele demonstrou bondade.

Nesse livro descobrimos um pouco mais sobre o mundo vampiresco da autora. Os vampiros aqui morrem com estacas de madeira no coração, só podem entrar onde são convidados, não podem atravessar água corrente (haaaaa isso explica algumas coisas no primeiro livro), são vulneráveis a verbena e, quando estão muito fortes, podem controlar a natureza.


As passagens que envolviam a Vicki me deixaram bem intrigado, ela está estranha, e é meio perturbador ler as coisas que estão acontecendo com ela. E o final desse livro...

Meu Deus, o que é isso???


L. J. Smith, minha filha, a senhora sabe mesmo como escrever finais de livros. O primeiro já foi bem Wouuuu, agora nesse segundo livro... Superou total... A autora sabe nos prender em sua história. Parabéns!!!


Mas confesso que fiquei com uma duvida, e quem puder me explicar, deixe ai nos comentários. O nome do livro é "diários do vampiro", mas quem escreve o diário é a Elena e não Stefan ou Damon, então o por que de ser diários do vampiro???
#Ficaaduvida


CITAÇÕES

"- Estou falando de Poder, Elena. - De repende, ele se aproximou de Elena, os olhos fixos nos dela, a voz suave e urgente. - Você tentou de tudo e nada a satisfaz. É uma garota que tem tudo, mas sempre existe algo fora do seu alcance, algo de que precisa desesperadamente e não tem. É justamente o que estou oferecendo a você. Poder. Vida eterna. E sensações que nunca teve na vida." (Páginas 8 e 9)

"- Elena, você não entende - disse ela, com pesar. - Não sou treinada; não é algo que eu consiga controlar. E... isso não é brincadeira, não é mais. Quanto mais você usa esses poderes, mais eles usam você. Um dia eles podem terminar usando você o tempo todo, quer você queira ou não. É perigoso." (Página 23)

"A cabeça de Bonnie se ergueu. Seus olhos agora estavam abertos, mas não olhavam nem para a vela, nem para Elena. Fitavam à frente, sem expressão. Quando Bonnie falou, sua voz estava distorcida e o coração de Elena parou. Não era a voz de Bonnie, mas outra que Elena reconhecia. Ela a ouvira saindo dos lábios de Bonnie antes, no cemitério.
- Elena - disse a voz -, não vá à ponte. É a Morte, Elena. Sua morte a espera ali. - Depois Bonnie tombou para frente." (Página 26)


E isso ai gente, espero que tenham gostado. Em breve irei resenhar o terceiro livro da saga, "A fúria".
Deixem os comentário de vocês, e não esqueçam de seguir o blog, de curtir nossa página no Facebook e nos seguir no Twitter. Até a próxima...



...Diálogo literário...
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário