"O verdadeiro analfabeto é aquele que sabe ler, mas não lê." Mario Quintana

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Especial - Neil Gaiman

E ai gente, tudo belezinha???

Hoje estou trazendo para vocês uma nova seção aqui no blog. Nessa seção farei especiais sobre alguns autores. Caso você queira ver um especial sobre o seu autor favorito, é só deixar um comentário pedindo o especial sobre o seu autor.

E para iniciar nossos especiais, teremos o maravilhoso Neil Gaiman. Ele que é um dos meus autores favoritos, foi um enorme prazer fazer essa pesquisa e trazer aqui para vocês.

Então vamos lá?!





Neil Richard MacKinnon Gaiman

Nasceu dia 10 de novembro de 1960 em Portchester - Reino Unido, batizado de Neil Richard Gaiman. 

Sempre gostou de leitura, aprendeu a ler com 4 anos de idade, e sempre frequentava a biblioteca. Gostava muito de livros de fantasia, tendo C.S. Lewis, J.R.R. Tolkien, James Branch Cabell, Edgar Allan Poe, Michael Moorcock, Ursula K.LeGuin, Gene Wolfe e G.K. Chesterton como seus autores favoritos. 

Ele mesmo se descreve como "uma criança selvagem que foi criado na biblioteca". E nós vemos o efeito disso em sua escrita. Percebemos que toda essa qualidade literária vem de suas experiencias com a leitura. 

"Alice no país das maravilhas", do autor Lewis Carroll, era seu livro favorito na infância, e segundo ele, sempre vai ser. Ele seu tantas vezes esse livro ao ponto de decorar toda a história, e quando eu digo decorar, eu não estou me referindo a saber contar ela todinha sem mudar nada. Estou querendo dizer que ele sabia cada trecho, cada palavra, cada ordem, tudo direitinho. É de se assustar, não é mesmo?! 

Na Inglaterra, iniciou sua carreira de jornalista escrevendo críticas e dois livros biográficos, um da banda inglesa Duran Duran, e outro sobre o autor Douglas Adams. 

Conheceu Dave McKean para o trabalho de Violent Case, e a partir dai a parceria gerou outras obras. 

Neil Gaiman tem um status cult no meio literário, agradando assim, tanto os leitores clássicos, como também os contemporâneos. 

Seu grande reconhecimento no meio literário veio com Sandman, uma HQ que contava as aventuras do Morpheus e seus irmãos, os perpétuos. Gaiman é um autor muito conceituado e premiado, sendo com frequência elogiado pela crítica especializada, e também servindo de referência para muitos escritores. 

Neil Gaiman foi casado com Mary McGrath, com quem teve três filhos: Michael, Holly e Madeleine. 
Atualmente ele é casado com Amanda Palmer, com quem tem um filho, Anthony. Gaiman adotou o nome do meio de Amanda, McKinnon. 




Suas obras

P.S.: Colocarei apenas as obras lançadas aqui no Brasil, e estarão na ordem de lançamento original no EUA.

ROMANCES

Belas Maldições (1998)
Título original - Good Omens (1990) 

Conforme as Profecias de Agnes Nutter, o mundo vai acabar num sábado. No próximo sábado, e antes do jantar. O que é um grande problema para Crowley, o demônio mais acessível do Inferno e ex-serpente, e sua contraparte e velho amigo Aziraphale, anjo genuíno e dono de livraria em Londres. Eles gostam daqui de baixo (ou, no caso de Crowley, daqui de cima). Portanto, eles precisam encontrar e matar o Anticristo, a mais poderosa criatura do planeta. O problema é que o Anticristo é um garoto de 11 anos e, ao contrário de tudo o que você já tenha visto em algum filme, é um menino que adora seu cachorro, se importa com o meio ambiente e é o filho que qualquer pai gostaria de ter. Além, claro, de ser indestrutível. E, como se ainda não fosse o bastante, eles ainda têm de lidar com o domingo... 


Lugar Nenhum (2007) 
Título original - Neverwhere (1996) 

Em 'Lugar Nenhum' Neil Gaiman conta a história de Richard Mayhew, um jovem escocês que vive uma vida normal em Londres. Tem um bom emprego e vai se casar com a mulher ideal. Uma noite, porém, ele encontra na rua uma misteriosa garota ferida e decide socorrê-la. Depois disso, parecer ter se tornado invisível para todas as outras pessoas. As poucas que notam sua presença não conseguem lembrar exatamente quem ele é. Sem emprego, noiva ou apartamento, é como se Richard não existisse mais. Pelo menos não nessa Londres. Sim, porque existe uma outra - a Londres-de-Baixo. Constituída de uma espécie de labirinto subterrâneo, entre canais de esgoto e estações de metrô abandonadas, essa outra Londres é povoada por monstros, monges, assassinos, nobres, párias e decaídos - e é para lá que Richard vai. 

Já foi feita uma adaptação teatral desse livro, e o próprio Gaiman disse que talvez o livro tenha uma continuação. 


O mistério da Estrela: Stardust (2008) 
Título original - Stardust (1999) 

Na Inglaterra da era Vitoriana, está a vila solitária que tira seu nome de uma imponente barreira de pedra que rodeia a fértil terra. A calma de muro é interrompida a cada nove anos, quando o mortal e o mágico se encontram numa feira única. 



Em 2007 foi lançado um filme baseado na obra, o filme leva o mesmo nome do livro. 






Deuses Americanos (2002) 
Título original - American Gods (2001) 

Após a morte de sua esposa em um acidente de carro, Shadow é liberado da prisão antes de cumprir totalmente sua pena. Perdido, acaba por conhecer um homem misterioso, chamado Wednesday, que será muito mais importante na vida de Shadow do que ele imagina. Na verdade, Wednesday é um antigo deus, certa vez conhecido por Odin, o Pai de Todos. Ele está percorrendo os Estados Unidos a fim de reunir seus companheiros esquecidos para uma batalha épica contra as divindades do mundo moderno: internet, televisão, cartões de crédito, telefone, rádio... Shadow aceita ajudar Wednesday, e eles se lançam a uma tempestade psicoespiritual que se torna demasiadamente real em suas manifestações. A esposa morta de Shadow, por exemplo, continua a aparecer, e não apenas como um espectro - a dificuldade de ambos em manter seu relacionamento se torna sombriamente engraçada, assim como o resto do livro. 
Armado somente de seus truques com moedas e alguma determinação, Shadow inicia uma viagem fantástica pela superfície visível das coisas - ao seu redor, sob ela -, literalmente descobrindo todos os poderosos mitos que os imigrantes europeus trouxeram com eles quando chegaram àquelas terras, assim como os que já viviam lá. Eles aparecem alí onde menos se esperava, zanzando na beira de estradas, comendo hamburgueres, são agora trapaceiros, prostitutas, sombras. "Esta não é uma boa terra para deuses", diz Shadow. 

O canal "Starz" comprou os direitos para produzir um seriado baseado no livro. 

Neil Gaiman está trabalhando em uma continuação direta de "Deuses Americanos". 


Coraline (2003) 
Título original - Coraline (2002) 

A jovem Coraline acaba de se mudar para um apartamento num prédio antigo. Seus vizinhos são velhinhos excêntricos e amáveis que não conseguem dizer seu nome do jeito certo, mas encorajam sua curiosidade e seu instinto de exploração. 
Em uma tarde chuvosa, a menina consegue abrir uma porta que sempre estivera trancada na sala de visitas de casa e descobre um caminho para um misterioso apartamento ‘vazio’ no quarto andar do prédio. Para sua surpresa, o apartamento não tem nada de desabitado, e ela fica cara a cara com duas criaturas que afirmam ser seus “outros” pais. Na verdade, aquele parece ser um “outro” mundo mágico atrás da porta. Lá, há brinquedos incríveis e vizinhos que nunca falam seu nome errado. Porém a menina logo percebe que aquele mundo é tão mortal quanto encantador e que terá de usar toda a sua inteligência para derrotar seus adversários. 

A história ganhou ainda uma versão em graphic novel lançada em 2010. 
Em 2009, Coraline ganhou uma adaptação para o cinema. O filme foi feito em stop-motion. 

"Coraline" pode ser considerado uma versão moderna de "Alice no país das maravilhas".


Filhos de Anansi (2006)
Título original - Anansi Boys (2005)

O livro conta a história de Fat Charlie, um tímido americano que escolheu ter uma vida pacata e sem-graça como contador numa empresa londrina. Ao ir ao funeral de seu pai, Sr. Nancy, Fat Charlie ouve uma velhinha, amiga do pai há anos, dizer que ele na verdade era o deus Anansi, uma divindade trapaceira e brincalhona da mitologia africana. A partir desse episódio, sua vida vira de cabeça para baixo. 
Os Filhos de Anansi mistura mitologia com toques xamanistas, elementos do folclore afro-americano e uma deliciosa descrição do mundo interior de um homem muito tímido mas, acima de tudo é uma história sobre algo bastante comum: as conturbadas relações entre pais e filhos.Tudo isso envolto num humor discreto capaz de fazer o leitor rir com uma única linha. 


Entremundos (2014) 
Título original - InterWorld (2007) 

Primeiro de uma trilogia de sucesso assinada a quatro mãos por Neil Gaiman e Michael Reaves, roteirista de TV premiado, Entremundos leva o leitor a viajar por várias dimensões na companhia de Joey Harker, um garoto comum que, durante um inusitado teste de localização proposto pelo professor de Estudos Sociais, descobre ser um Andador, alguém capaz de deslocar-se de uma dimensão para outra. Enquanto tenta entender onde está e o que significa sua nova condição, Joey percebe que aquele é o começo de uma nova vida e de uma grande aventura em que magia e ciência se unem para garantir a paz em vários mundos. 


O livro do cemitério (2010) 
Título original - The graveyard book (2008) 

Enquanto seus pais e irmã são impiedosamente assassinados por um misterioso homem chamado Jack, um bebê consegue escapar de seu berço e se aventurar pelo mundo. Uma série de coincidências, aliada a uma grande dose de sorte, salva o pequeno de ter um destino tão trágico quanto o de sua família.
A história do bebê sortudo começa quando ele chega à rua e sobe a colina em direção ao velho cemitério. Ele é perseguido pelo assassino de seus familiares, o homem chamado Jack. Já dentro do cemitério o bebê conhece os habitantes do local. Fantasmas de outras épocas que vivem em suas covas e mausoléus e que por circunstâncias do destino são forçados a adotar e batizar o bebê, agora chamado de Ninguém Owens, o Nin, para salvá-lo do seu perseguidor.
Entre lápides e covas, junto a velhos fantasmas, almas penadas e até mesmo uma feiticeira enforcada, o leitor acompanha o crescimento de Nin, desde um pequeno bebê, até um jovem adolescente. Mas mesmo depois de todo este tempo a sombra do seu perseguidor ainda paira sobre o jovem. E o destino caminha para um embate final entre os dois, quando Ninguém descobre muito mais do que esperava sobre o mundo e as pessoas.


O oceano no fim do caminho - (2013) 
Título original - The ocean at the end of the lane (2013) 

Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. 
Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.
Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano. 

Em fevereiro de 2013 a Focus Features comprou os direitos do livro para o levar ao cinema. Aguardo ansiosamente por esse filmes. *-* 


Sonho de prata (2015) 
Título original - The silver dream (2013) 

Na esperada continuação de Entremundos, Neil Gaiman, Michael Reaves e Mallory Reaves retomam a fantástica história de Joey Harker, um garoto comum que até pouco tempo se perdia no simples percurso de seu quarto a cozinha, mas que finalmente conseguiu dominar sua habilidade de “andar” entre as dimensões e encontrou seu lugar como um Andarilho, um agente do Entremundos, organização responsável por manter a paz nos vários universos e dimensões. Em sua nova aventura, Joey tem que enfrentar a desconfiança dos demais membros da organização, enquanto luta contra o tempo para impedir que os Binários dominem todas as terras conhecidas do Altiverso. Escrito a seis mãos, Sonho de prata é uma aventura fantástica com o carimbo de qualidade e imaginação de Neil Gaiman. 


INFANTIS 


O dia em que troquei meu pai por dois peixinhos dourados (2014)
Título original - The day i swapped my dad for two goldfish (1997) 

O livro conta a aventura de um garoto disposto a tudo para conseguir os peixinhos dourados de seu melhor amigo, inclusive oferecer seu pai em troca, apesar dos conselhos da irmã. 






Os lobos dentro das paredes (2006) 
Título original - The wolves in the walls (2003) 

Em "Os lobos dentro das paredes", Lucy escuta ruídos "furtivos, rastejantes e amarrotados" vindo de dentro das paredes de sua casa. Ela tem certeza de que existem lobos vivendo ali, mas a família não acredita nela: "Você deve estar ouvindo camundongos", diz a mãe; "Morcegos", berra o irmão; "Malditos ratos", resmunga o pai. E todos são unânimes em dizer: "Se os lobos saírem de dentro das paredes, está tudo acabado." "O que está acabado?", pergunta Lucy. "Tudo", diz a mãe. "Todo mundo sabe disso", completa. 
Pobre Lucy. Os ruídos continuam, cada vez mais apressados e alvoroçados. E, numa noite, as tais criaturas realmente aparecem. Mas, na realidade, Lucy descobre que nem tudo está perdido. Pelo contrário, quando os lobos saem, sua batalha está apenas começando. Exilada no quintal, a família tenta encontrar uma solução, enquanto os lobos assistem à sua televisão, comem a sua comida e dançam "danças lupinas" pela casa, até que a menina tem uma ideia: "Tem um monte de espaço nas paredes da casa. E pelo menos não é frio lá.", diz ela. E a partir daí, foi a família de Lucy que rastejou pelas paredes rumo a um final surpreendente. 


Odd e os gigantes de gelo (2011) 
Título original - Odd and the frost giants (2008) 

O leitor acompanhará as aventuras do menino chamado Odd, que vive num vilarejo na antiga Noruega e tem sérios problemas com a sorte. Para fugir das piadas dos vizinhos, ele pensa em se refugiar na floresta e acaba se envolvendo numa jornada incrível em uma terra de deuses, gigantes e magia. 




O alfabeto perigoso (2011) 
Título original - The dangerous alphabet (2008) 

Duas crianças corajosas e uma pequena gazela de estimação – carregando um mapa do tesouro – embarcam em uma viagem arriscada e assustadora por 26 versos alfabéticos. Com um cenário repleto de monstros, trolls, bruxas, fantasmas, criaturas com hábitos alimentares duvidosos e outros seres extremamente perigosos. 
Percorrendo um mundo subterrâneo desconhecido, dentro de um bote incomum, os personagens vivenciam algo próximo a um show de horrores em um parque de diversões, mas com direito a gritos abafados, tortas cozidas com ossos humanos, crianças acorrentadas, pirataria e seres estranhos. 
Com uma linguagem poética e enigmática, a narrativa se desenvolve apontando direções a partir das letras do alfabeto: “S é para – uma Saída? – o Sorriso de uma caveira.” Até encontrar o “X” do tesouro e continuar o percurso buscando para retornar à cidade, as crianças terão que enfrentar essas criaturas e seus truques cruéis acompanhados apenas de seus maiores medos. Elas sairão a salvo de lá? 
Como o título sugere, o alfabeto em questão é extremamente perigoso e pode conduzir a uma grande aventura ou a um terrível pesadelo, sendo recomendado para aqueles que já conhecem o alfabeto de cor. 


Menina iluminada (2012) 
Título original - Blueberry girl (2009) 

Um dos mais aclamados autores de fantasia e quadrinhos do mundo, Neil Gaiman demonstra toda a sua versatilidade neste livro ao mesmo tempo delicado e provocador, escrito em homenagem a uma amiga grávida. Com ilustrações do consagrado Charles Vess, a obra − que figurou no ranking do The New York Times e faz sucesso entre mães, filhas e casais "grávidos" − é uma verdadeira jornada poética sobre o nascimento e o amadurecimento de uma menina.


Cabelo doido (2010)
Título original - Crazy hair (2009)

Reverenciado pelos fãs de histórias em quadrinhos em todo o mundo e criador de graphic novels de grande sucesso – como a série Sandman e o mais recente Coraline –, Neil Gaiman agora cria um mundo mágico envolvente e cheio de aventuras, perigos e diversões. Tudo num emaranhado de cabelo, com caminhos desviantes, voltas embaraçadas, baús de tesouro e navios piratas. Os livros de Gaiman são conhecidos por tratarem de temas pouco convencionais, como a morte, sem subestimar a inteligência dos pequenos leitores. As ilustrações muito próprias de Dave McKean completam a fantasia. Do autor, a Rocco publicou o premiado Os lobos dentro das paredes, apontado pelo The New York Times como um dos melhores livros ilustrados de 2006. 


Instruções: tudo que você precisa saber durante sua jornada (2013)
Título original - Instructions (2010)

Uma jornada por um mundo desconhecido e, ao mesmo tempo, estranhamente familiar. Como guias, o consagrado escritor Neil Gaiman e o ilustrador Charles Vess em mais uma dobradinha de sucesso. Instruções - Tudo que você precisa saber durante sua jornada é um verdadeiro "guia de viagem e boas maneiras" para explorar o mágico universo das histórias infantis com seus dragões, bruxas e feiticeiras. Abra a tranca - não sem antes dizer "por favor" - e atravesse o portão. As instruções para se sair bem nessa inesquecível viagem serão úteis para a maior e mais desafiadora jornada de todas: a vida.


O dia de Chu (2013)
Título original - Chu's day (2013)

Chu é um filhote de panda fofinho e muito... alérgico. O problema é que quando Chu espirra, e isso ocorre com alguma frequência, coisas ruins podem acontecer. Seus pais, coitados, sabem disso e têm que pensar duas vezes antes de levar Chu para passear por aí. Será que Chu vai espirrar hoje? Com perfeito domínio narrativo e muito bom humor, o cultuado autor britânico Neil Gaiman prende a atenção dos pequenos com a história de Chu. Com adoráveis ilustrações de Adam Rex, o livro recebeu elogios da imprensa e alcançou a cobiçada lista dos mais vendidos do The New York Times.


João e Maria (2015)
Título original - Hansel and Gretel (2014)

Familiar como um sonho e perturbador como um pesadelo, o conto narra a saga de dois irmãos que, em tempos de crise e falta de esperança, são abandonados pelos próprios pais e precisam enfrentar com coragem os perigos de uma floresta sombria.

Não considero nem esse e nem o próximo livros como infantis, mas...


A bela e a adormecida (2015)
Título original - The sleeper and the spindle (2014)

Em uma sombria e fascinante história, as mais queridas princesas dos contos de fadas são reinventadas de maneira brilhante pelo inglês Neil Gaiman e o ilustrador Chis Riddell. Em A Bela e a Adormecida, uma jovem rainha é informada, na véspera de seu casamento, sobre uma estranha praga que assola as fronteiras do seu reino, um sono mágico que se espalha pelo território vizinho e ameaça os seus domínios. Na companhia de três anões, a rainha abandona o fino vestido da festa, pega sua espada e armadura e parte pelos túneis dos anões para o reino adormecido. Uma viagem repleta de ação e suspense que leva a uma surpreendente descoberta. Misturando o conhecido e o novo com perfeita sintonia, Gaiman cria mais uma obra repleta de magia e aventura capaz de hipnotizar o mais exigente dos leitores.


CONTOS


Coisas frágeis (2008)
Título original - Fragile things: short fictions and wonders (2006)

Em Coisas Frágeis, Gaiman mostra que seu talento como contador de histórias funciona perfeitamente no reino das narrativas curtas.
Os nove contos de Coisas Frágeis trazem Gaiman abordando os mais diversos temas, misturando puberdade, punk rock e ficção científica em "Como Conversar com Garotas nas Festas"; combinando o Sherlock Holmes de sir Arthur Conan Doyle com o terror de H. P. Lovecraft em "Um Estudo em Esmeralda"; extrapolando o mundo de Matrix em "Golias", inspirado no roteiro original do primeiro filme; ou mesmo presenteando a filha mais velha com um conto fantástico sobre um clube de epicuristas em "O Pássaro-do-Sol". Coisas Frágeis é um tratado prático de como escrever boas histórias - histórias que, como diz a introdução do livro, "duram mais que todas as pessoas que as contaram, e algumas duram muito mais que as próprias terras onde elas foram criadas".


Coisas frágeis 2 (2010)
Título original - Fragile things: short fictions and wonders(2006)

Em "Coisas Frágeis 2", Neil Gaiman mostra sua versalidade compondo poemas inspirados em contos de fada. "A Câmara Secreta", "Cachinhos", "Instruções" e "Inventando Aladim", e criando narrativas sob a influência dos mais diversos elementos. As pequenas histórias que integram o conto "As Meninas" tiveram origem nas canções do álbum Stranger Little Girls, de Tori Amos. Em "No Final", Gaiman imaginava como seria o último livro da Bíblia e acaba criando em Gênesis às avessas; já em "Pó Amargo", lendas urbanas e os estudos de Zora Neale Hurston sobre a cultura negra e vodu compõem uma narrativa que tem como cenário a cidade de Nova Orleans. O conto "Quem Alimenta e Quem Come" nasceu de um pesadelo de Gaiman, enquanto "Garotos Bonzinhos Merecem Favores" teve como ponto de partida lembranças da infância do autor.


HQs


Orquídea negra (1988 - 1989)
Título original - Black orchid

Uma super-heroína recebe um tiro na cabeça em uma sala de reuniões de uma corporação anônima. O corpo dela é consumido pelas chamas, e seu assassino vai embora em liberdade. Assim começa ORQUÍDEA NEGRA, de Neil Gaiman e Dave McKean, uma das histórias em quadrinhos mais marcantes e de maior influência. Destruindo e recriando ao
mesmo tempo todo um gênero, esta história das incríveis vidas de Susan Linden trouxe uma nova maturidade à narrativa gráfica e revolucionou o meio, sendo uma precursora da criação da linha Vertigo. Agora, reunida em uma linda edição de luxo, esta obra seminal dos quadrinhos adultos inclui uma introdução do jornalista Mikal Gilmore, além de extras como esboços nunca vistos e anotações preliminares de Neil Gaiman.


Sandman (1989 - 1996)
Título original - Sandman

A série conta a história de Morfeus, um dos Perpétuos — criaturas análogas aos deuses, mas ainda maiores — responsável pelo Mundo dos Sonhos. Basicamente, ele controla e tem acesso a todos os sonhos da humanidade e de todas as criaturas capazes de sonhar, sendo o senhor do Mundo dos Sonhos, a terra aonde vamos em nossas horas de sono.
Quando uma ordem mística tentou capturar a irmã de Sonho, a Morte, em seu lugar eles capturaram Morfeus. Assustados com o que conseguiram, os membros da ordem o mantiveram cativo. E assim teve início um período de diversas décadas em que esse Perpétuo ficou trancafiado à mercê de seus captores, deixando o Mundo dos Sonhos abandonado e os sonhadores desamparados. A série nos revela como ele se libertou e como foi capaz de se adaptar no mundo após tantos anos de ausência, e também nos mostra um vislumbre de sua história e da mitologia dos Perpétuos.

Vai me dizer que o Neil Gaiman não é a cara do Morpheus?! rsrs



Os livros da magia (1990 - 1991)
Título original - The books of magic

Timothy Hunter é um típico garoto de treze anos de idade que passa suas tardes assistindo à tevê e andando de skate. Mas ele é diferente de praticamente todos os outros adolescentes do planeta e está prestes a descobrir o porquê. Resumindo em uma palavra: magia. Tim não acredita nela, mas a magia certamente acredita nele – pelo menos o suficiente para que alguns praticantes já estejam planejando sua morte. Mas, pra sorte do garoto, ele também tem aliados nos planos sobrenaturais. Quatro dos maiores e mais misteriosos magos juraram protegê-lo e instruí-lo, e cada um deles está preparando uma jornada para demonstrar os perigos e as recompensas da magia. E, acima de tudo, lhe mostrarão o preço.

Muitos dizem que J. K. Rowling se inspirou nessa obra de Neil Gaiman para escrever Harry Potter. Uma coisa é certa, as semelhanças são muitas.



NÃO-FICÇÃO


Não entre em pânico: Douglas Adams e o Guia do mochileiro das Galáxias (2014)
Título original - Don't panic: The official hitchhiker's guide to the galaxy companion (1988)

Não entre em pânico celebra a vida de um homo sapiens chamado Douglas Adams que, um belo dia num campo em Innsbruck, em 1971, teve uma ideia.
Este livro é também a história do que essa ideia se tornou: O guia do mochileiro das galáxias – a série de rádio original que deu início a tudo, bem como sobre a “trilogia” de cinco livros, a série de TV, o quase-filme, o jogo de computador, toalhas e o website que vieram depois.
Como o próprio Douglas afirmou, “é certamente o mais excepcional livro a ser escrito sobre O guia do mochileiro das galáxias desde hoje cedo”.


Faça boa arte (2014)
Título original - Make good arte (2013)

Façam boa arte. Esse foi um pedido sincero de ninguém menos que Neil Gaiman quando discursou para a turma de 2012 da University of the Arts na Filadélfia. Um discurso autêntico e repleto de significado – durante os 19 minutos em que falou, dois dos mais emblemáticos conselhos de Gaiman foram “criem suas próprias regras” e “cometam erros”. Os conceitos libertadores defendidos para os alunos deram origem ao livro.
Gaiman teve a colaboração crucial do renomado designer gráfico Chip Kidd. A dupla abusa dos recursos gráficos e da metalinguagem para expressar o poder da criatividade. Gaiman alega que em qualquer área artística e de criação mesmo os erros que cometemos têm um grande potencial: com sensibilidade e muito trabalho, podem se transformar em brilhantes insights. Em relato pessoal, ele explica que certa vez, escrevendo Caroline em uma carta, inverteu de lugar o A e o O, e logo percebeu que Coraline parecia um nome de verdade. Um erro banal que, nas mãos do autor, tornou-se um fantástico acerto.


É isso ai gente, ficou meio extenso, mas fazer o que se esse homem já lançou mais livros do que o número de filhos do Catra?! rsrsrs
Os próximos especiais não devem ser tão grandes assim, a não ser que o cara também tenha lançado mil livros.
Espero que tenham gostado. Deixem os seus comentários. E não deixem de curtir nossa página no Facebook e de nos seguir aqui no blog.

Até a próxima...



...Diálogo literário... 



Referências: 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário